Tag: Guimarães Rosa

O final da novela segundo a literatura brasileira

Guimarães Rosa: “Max não morre. Fica encantado. Carminha entende que o pai era homem cumpridor, ordeiro, positivo, bota o cara num saco, joga na terceira margem do rio e ele desaparece. Na cena final, ela vê um pavão e conclui: “Era, de quando em vez, a alegria”. Machado de Assis: “Todos em volta do caixão […]

ainda Rosa

Tomei em mãos umas latas de tintas e alguns restos de papéis. Com os dedos, lancei-me ao teor da conversa. Rabisquei em módulos vastos a exigência que me ditavam. Conferi, a sério, as últimas gotas de orvalho. Lancei, mais tarde, a roda do mundo. Converti-a em deusa dançante, vistosa e danificada. Fragilizada em cortornos de […]