Categoria: crônica

O dia em que a mística derrubou o Palmeiras

              O Palmeiras caminhava para uma eliminação melancólica. Perdia por 2 a 0, ouvia gritos de olé na arquibancada de torcida única e assistia aos adversários santistas testarem todas as possibilidades de dribles, chapéus e passes de efeito na ponta do ataque. Reagiu, marcou dois gols e levou a […]

O vilão Ricardo Oliveira

Em 1993, o Corinthians venceu o primeiro jogo da final do Campeonato Paulista contra o Palmeiras com um gol de Viola. Na comemoração, o atacante se agachou ao pé da trave e saiu imitando um porco raivoso, símbolo do rival. A empolgação era explicável, mas o ídolo alvinegro havia se esquecido de um detalhe: o […]

Como nasce um palmeirense

A entonação tinha a gravidade que a situação exigia. -Precisamos conversar. Sentamos. Ela pegou minha mão e foi direta: -Você não vai a São Paulo amanhã. -Como assim???? -Marcaram para quarta o ensaio geral. Vai acabar umas oito da noite. Você vai ficar com o Miguel. -Eu levo ele comigo. -Nem a pau. -Assistir jogo […]

Confortavelmente entorpecido

-Quanto falta? -Quarenta. -Putaquepariu. Há duas horas faltavam quarenta e cinco. -Esse dia começou há um mês. A cada espiada no relógio, um chope na mesa evaporava. -Mais um? -Mais um. -E agora? -Trinta e oito. Quanto mais a espera engessava, menos sentia meu estado alterado. Falava com meu amigo das saudades do antigo Parque […]

Dunga repete o erro de Felipão, que repetia erro de Dunga, que…gol da Alemanha

A série invicta de Dunga à frente da seleção brasileira caiu por terra como cai um mito. Quando é jogo jogado, e não amistoso pra encher bolso de patrocinador, a seleção brasileira é ainda um remedo de time de futebol. Mudou o técnico, mudaram alguns (menos do que deveriam) jogadores, mas o espírito é o […]

O Corinthians na velocidade terrível da queda

Parecia No caminho com Maiakóvski, o famoso poema de Eduardo Alves da Costa. Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do jardim. Empate sem gols com o San Lorenzo. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem; os maiores rivais pisam nas flores e matam o cão. E não […]

Cautela e canja de galinha: a chatice ganha título

Por Thiago Varella Diz o ditado: cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém. Adoro esportes. O último fim de semana tinha tudo para ser especial para mim. No sábado, a luta do século no boxe. E no domingo, meu time, o Santos, na final do Paulista. Claro que estou feliz com o […]

A final do Paulista e o lado bom da vida

“Seu receptor está sem atividade há quatro horas e vai ser desligado automaticamente”. O recado da TV dava o sinal de quanto tempo passei afundado no sofá depois que o Lucas Lima – aquele que o Thiago Varella, das linhas abaixo, chamou de jogador decisivo – converteu o último pênalti do campeonato. Ali estava, ali […]

Lucas Lima para ministro

Por Thiago Varella O brasileiro tem uma certa nostalgia com um tipo de jogador que, dizem, não existe mais. É o tal do camisa 10. O meia clássico. Cerebral. Elegante. Que cadencia o jogo e arma as jogadas para o centroavante. Que saco! Para mim, meia clássico tem um erro grave de concordância. Na verdade, […]

“No último título do Palmeiras, meu pai estava inconsciente na UTI, mas a TV ficou ligada”

Desolado com mais uma temporada de apequenamento do meu time, resultado da arrogância e mesquinharia de seus dois últimos presidentes, escrevi, no começo da semana, um post na CartaCapital (leia AQUI) sobre como havia desistido de fazer campanha para meu filho se tornar palmeirense como eu. Após a publicação, recebi de um leitor, identificado com […]

Página 1 de 612345...Última »