Arquivo de setembro de 2012

Onde os Fracos Não Têm Vez

A única iluminação vinha de um rastro de postes mambembes instalados na linha estreita de concreto. Fora dali, era o desconhecido: depois das seis da tarde, pouca movimentação havia entre os lampiões improvisados às portas das barracas. Esperamos o ano todo para aquele acampamento. Aos 12 anos, nada mais poderia querer da vida: estava com […]