Arquivo de maio de 2009

preciso…

…escrever alguma coisa aqui antes que este espaço crie teias de aranhas, como meu cérebro; quero falar de coisas que passam voando e que nunca ficam registradas; de Maísa a Lars Von Trier; preciso falar do que Trier falou, do choro e indignação que seu novo filme causou; do choro e indignação que causou sua declaração de […]

comfortably numb…

A missão deste blog está descrita acima: quinquilharias, cinema e, às vezes (e só às vezes) futebol.   Não imaginava que o Palmeiras iria tomar tanto espaço dos nobres leitores em meio a uma Libertadores para a qual até pouco tempo me lixava.   Fato é que este blog tem atraído palmeirenses a rodo, e o […]

o grande jogo

  Palmeirense gosta mesmo é de mata-mata. E, assim como dizem dos corintianos, gosta de sofrer como poucos. Pelo menos é isso o que aponta enquete realizada pelo “Velha Margem” com dez alviverdes doentes, sofridos, valentes.   Perguntados sobre quais foram os cinco maiores jogos de suas vidas (contando-se que o mais velho da turma nasceu em 82 e o […]

Marcão eterno

    Meu amigo Fernando Vives diz que não assiste mais jogos do Palmeiras com roupa. Conta que deu sorte, na primeira fase, ter assistido ao primeiro jogo contra o Sport só de cuecas em frente da TV de casa. Na ocasião, pegou gripe por combater o frio apenas com a íntima indumentária. Mas viu […]

nem Marley nem eu

Sábado à noite, chego em casa e vejo tia, vó, mãe e pai em volta da televisão. Estavam assistindo ao tal do filme inspirado no tal do livro que virou best seller, desses que você tem que entrar na lista de espera da locadora para poder levar. Alguém da casa furou a fila e trouxe uma cópia […]

das arquibancadas para a história

  Um dos pensamentos de criança que mais me causava desespero era imaginar o que existia na cidade antes de a cidade existir. Mato, pensava eu. E antes de existir o mato? Pedras, concluía. E, na época das pedras, pensava, não havia homens. Um dia tudo foi desabitado. E antes? Bom, antes nem mundo existia. […]

o outono do patriarca

    Dia desses, li numa coluna social que Fernando Henrique Cardoso foi visto num domingo sem graça almoçando macarrão com arroz, sozinho, numa padaria em Higienópolis, bairro nobre na área central de São Paulo. ‘Planície‘ era o título da nota. O homem que comandou o Plano Real, príncipe dos sociólogos, duas vezes eleito presidente da […]