Categoria: na rua

O misterioso caso do taxista que lia “lebibô”

*Do enviado especial a Miami Sempre me orgulhei do meu portunhol vigoroso que, auxiliado pela mímica, torna-se padrequevedisticamente erudito. No entanto, fui testado por uma nova situação de limite linguístico e reprovado. Miami, 2014 (frequento Miami para fins profissionais, não me julguem). Taxista haitiano puxou conversa em inglês com um sotaque franco-dialetense haitiano. Tentei afundar […]

Uma história paulistana

Hoje, ao sair do trabalho, atravessei a faixa da Al. Rocha Azevedo com a Al. Santos. Uma SUV preta (Honda) que subia a Rocha Azevedo não teve o menor pudor em ACELERAR o carro pra que eu não passasse. Dei dois passos pra trás rapidamente, desequilibrado. Faltou um triz, sem exagero, pra ele me atropelar, […]

NA CALADA DA NOITE, UMA CHULETA MAL SUCEDIDA

Nitidamente irritado por conta do gol que Ronaldo Picanha marcou contra o meu time aos 47 do segundo tempo, após o goleiro ter saído a caçar borboletas em uma bola aérea, saí do meu plantão em busca de vingança, o que, no meu caso, consiste em comer uma chuleta ao alho e tomar um porre […]

RAPSÓDIA PARA CICATRIZAÇÃO DE GASTRITE

O trem margeia um Rio Pinheiros que está a um metro de transbordar, um moleque ranheta enfia o dedo no nariz, uma senhora muito gorda tem as tetas balançadas de maneira não muito erótica com os soluços dos trilhos e eu tento ranquear as grandes instituições cretinas do nosso país e da humanidade em geral. […]

INCIDENTE NO SANTA CECÍLIA

Alguns fins de semana atrás, ocorreu-me um fato de singeleza sem par nestas matas, compartilhado com alguns amigos à época: quase fui atropelado por um anão. Descia eu a Avenida Angélica rumo ao mercado com uma sacola de feira sob as axilas quando, ao atravessar a rua Barra Funda, um Toyota Corolla verde se jogou […]

A REVOLUÇÃO DADAÍSTA ESTÁ CHEGANDO

Paris, França. Carré Marshall Deodore com a Avenue Angelique, uma tarde qualquer da semana passada. O farol apontava a cor verde para o distintíssimo pedestre que atravessava a rua, salvo improvável caso de daltonismo do narrador. E talvez o narrador padeça mesmo de tal prognóstico, pois um Corsa a 20 quilômetros por hora insistia em […]