Tag: correspondência

bande à part

você não soube ouvir, por todo o barulho que sempre saiu dessa tua existência tão ruidosa. você nunca notou, por serem tantas as vezes que você olhava pros lados e por ter nesses olhos um estrabismo tão raro: qualquer distração e eles se voltam pra dentro, numa tentativa-última de não se deixar escapar. você nunca […]

viro e mexo tropeço nas quinas daquela história. uma por uma das quinas daquele amor. o amor que você deixou. justamente por ter tantas quinas. eu nunca soube lidar com as tuas quinas. e você sempre teve tantas delas. você sempre soube do meu desjeito. sempre soube que uma hora ou outra meu passo torto […]