Arquivo de novembro de 2009

no lo saben. lo terrible es que no lo saben.

julio cortázar, un tal lucas. (en algun lugar debe haber un basural donde están amontonadas las explicaciones.)

centrípeta.

um passo dado na direção errada. um passo. uma curva e lá estava ele. exibia aquela mesma postura ao mesmo tempo tão frágil e tão digna de quem perdeu faz tempo a única certeza que teve na vida. lá estava ele. esperando um sinal verde para cruzar a avenida. contando os ponteiros daquele relógio que […]