Arquivo de outubro de 2009

mentirinha.

sinto saudade das brevidades recém-saídas do forno e das mentirinhas incrementadas com glacê e formigas. sinto falta dos cafés-da-manhã às sextas feiras e de ser obrigada a comer all bran. sinto saudade das tantas histórias que ela contava e sinto um rombo no peito quando lembro das outras tantas que ela só insinuou. sinto falta […]

ruínas.

e amanhã o tempo era elástico e as distâncias se mediam em passos. as armaduras eram feitas de lã lapis-lazuli e as pessoas só sorriam com olhos fechados. amanhã a verdade não tinha esse caráter problemático e os consensos não estavam nem perto de ser provisórios. amanhã as recompensas eram diretamente proporcionais às esperas e […]