Arquivo de junho de 2007

apagada sofía – como a nota que o pedal deixa suspensa no ar depois que o dedo já soltou a tecla -, permanecia sua ação, seu efeito, a estranha ressonância que prolongava a vida de suas palavras quando, emancipadas da situação na qual foram ditas, tornavam-se nefastas como oráculos. sim, rímini estava a salvo, mas […]

.e vai.

e eu vou julgar os livros pela capa que têm e as pessoas pelos livros que lêem. mas eu vou amar por motivo algum, por simpatia ou por esperança. e eu amando, eu vou perdoar e abraçar forte e beijar estalado e defender a qualquer custo e quem eu amo vai saber disso e não […]