Arquivo de abril de 2006

cirúrgica.

eu bem queriaque desse pra enfiar minha mão nesse teu peito(de angústia de sôfregos de tão sem ar de fim que não findou)e arrancar com a mãorestinho por restinhode todo resto que restou. – Toma, pega isso aqui e leva de volta pra tua casa, que foi só o que ficou.– Não fala isso. Não […]