A gente cresceu

Olhando atrás, parece que algum caminho já foi percorrido. E juntos, a gente nem percebeu...

Olhando atrás, parece que algum caminho já foi percorrido. E juntos, a gente nem percebeu...

Chegar aos trinta não é sinal de que o tempo corre pra nós.

Aliás, arrisco-me a dizer que nem se trata de um sinal.

Todo mundo já ouviu alguém comentar que chegou ao 50, 60, sem nem sentir o tempo passar.

E muitos tem razão. Aos 31, minha cabeça parece ser a mesma dos 18 anos, salvo a amplitude dos pensamentos e a forma de raciocinar mais coletivamente.

Mas desde que cheguei aos trinta, um sinal claro de que a vida mudou e que envelhecemos lentamente são a qualidade dos nossos tipos de problemas – que certas vezes nem nos damos conta.

No passado, nossos papos giravam sempre em torno de assuntos engraçados, permeados hora ou outra por temas da sociedade e nossas incertezas sobre o futuro.

Hoje falamos mais (e com mais amargor) dos temas da sociedade, permeados por assuntos engraçados e escondendo as incertezas do futuro.

O fracasso pela vaga de estágio que não conseguimos deu lugar à frustração da profissão, o desgosto pelo chefe, a sensação que escolheu a profissão errada ou a vontade de mudar.

A expectativa de sair com aquele moça que estávamos de olho, em alguns casos virou a vontade ou iminência de separar, a narrativa das noites que o filho não nos deixa dormir ou a o jejum sexual que a rotina impôs ao casal.

Ora, vejamos nós, se não é o “menino pai do homem” – narrado por Machado de Assis, se materializando entre nós?! A profecia “como nossos pais” – cantada por Elis Regina, dando thauzinho na janela, implorando para entrar…

A gente cresceu. E isso não é ruim. Sabe por que? Os anos se passaram e continuamos juntos. Ou você nunca pensou que pé daria essa amizade de boteco e até onde ela nos levaria?

Pois é, amigos. Olhando atrás, já dá pra dizer que algum caminho já percorremos. E cá estamos nós. Caminhando pra frente sempre.

E sabe o que é melhor? A gente nem percebeu. Sinal que a caminhada conjunta para o fim não é tão dura como diziam. Afinal, estamos todos juntos!

É nóix!

Comente

Seu email não será exibido. * Campos obrigatórios

*
*
*