Futebol

Pode-se dizer que o futebol também é uma paixão por aqui. Com uma grande diferença: os times do Rio de Janeiro são os preferidos do povo de Imperatriz. É comum ver vascaínos, flamenguistas e botafoguenses envergando as camisas dos times pelas ruas. Não vi nenhum torcedor do Fluminense, por enquanto.

Esse amor pelo futebol carioca não exclui o esforço dos times locais. Tanto é que o Imperatriz Esporte Clube, chamado por aqui de Cavalo de Aço, foi campeão maranhense em 2005. Este ano, o time ainda luta por uma vaga nas semifinais do Estadual. Aliás está jogando agora contra o Sampaio, aqui mesmo em Imperatriz. Assim que souber do resultado, informo aos amigos.

Antitucanês

Essa é inspirada na coluna do José Simão, na Folha. É que aqui em Imperatriz, na Belém-Brasília, tem um motel chamado Gulla’s. Mais explícito impossível…

Primeiras visitas e primeiros trabalhos

Acordei hoje às 9h20. Tomamos café em uma acolhedora padaria da cidade.  Hoje foi dia de conhecer algumas igrejas. São 10 paróquias em Imperatriz.

A primeira foi a de Nossa Senhora Aparecida, na qual Pe. Chico é pároco. Nos fundos do terreno da igreja, está a casa de padre e funcionam o estúdio da TV e as ilhas de edição. Amanhã devo tirar algumas fotos da emissora e prometo postar o quanto antes.

Na paróquia Santa Teresa d’Ávila, a padroeira de Imperatriz, conheci o padre Raimundo Nonato. A comunidade está ansiosa para o início dos festejos da santa, que começam no próximo dia 6.

Passamos também pela paróquia São Francisco, que já está em festa.

Ainda estamos estudando datas e o formato do curso de capacitação, mas meu trabalho já começou. Amanhã inicio os estudos para a compra de novos equipamentos da TV e escrevo alguns textos para as chamadas de programação da emissora.

Primeiras impressões

Já cheguei! Estamos em território maranhense, mas não sabemos até quando. Calma! É que por aqui é grande a campanha pela criação do estado do Maranhão do Sul. Pelo projeto, Imperatriz seria a capital do novo estado. Dizem pelas ruas que o povo dessas bandas é menos simpático à tradicional família Sarney do que a média estadual.

Mas vamos aos detalhes da viagem. O vôo de Campinas a Brasília foi muito tranquilo. Tive uma visão rara: à esquerda, o sol se despedia de mais uma jornada. À direita, a lua cheia, imponente, dava as caras para brilhar em mais uma bela noite de primavera.

O Airbus da TAM decolou e pousou sem dificuldades. Chegou à capital federal 4 minutos antes do horário previsto. O pátio de Brasília estava infernal hoje. Resultado: o embarque da conexão para Imperatriz mudou de portão 3 vezes em menos de meia hora – e atrasou 15 minutos.

No vôo para o Maranhão, várias figuras ilustres. O prefeito Ildon Marques, dois deputados federais e o presidente nacional do PV – o famoso Penna, conhecido nacionalmente pela inustidada combinação de barba com rabo-de-cavalo.

No desembarque, 29 graus, e uma recepção calorosa da parte do grande amigo padre Francisco,  a quem desde já agradeço a cessão do computador pra atulaizar o blog a essa hora – quase uma da manhã. Claro que precisávamos regular a temperatura com uma cerveja bem gelada. E fomos a um sushi bar comandado, claro, por…. maranhenses! Salmão cortado no ponto, sushis no tamanho certo, sunomono na medida certa do molho agridoce e, pra arrematar, carne de sol com arroz e fritas. É o jeito imperatrizense de servir comida oriental. Agora é hora de dormir… E amanhã tem mais!!

Embarque…

16h35. Estou saindo de casa rumo ao aeroporto. Embarco às 18h22 e chego em Imperatriz às 22h22.

Assim que tiver chance, escrevo contando as primeiras notícias.

Explicando…

Este post tenta resumir os motivos que me levam a viajar pra Imperatriz, sudoeste do Maranhão.

Em 2004, desembarcou aqui em Valinhos o simpático padre Francisco Lima Soares. Vinha de Paris, onde se doutorou em Sociologia, para fazer uma pós-graduação em Comunicação na PUC-Campinas. Ficou hospedado na casa paroquial no centro da cidade e começou a ajudar nos trabalhos pastorais. Na época eu era estagiário da Rádio Valinhos, que funciona no mesmo prédio da administração da paróquia.

Numa das idas de padre Francisco à sede da paróquia, ele me disse que a Diocese de Imperatriz mantém uma rádio AM e uma emissora de TV, afiliada da Rede Vida, e que ele estava buscando a tal pós-graduação justamente para coordenar o trabalho nessas emissoras.

Por problemas internos, o curso da PUC no qual Pe. Francisco ia se matricular foi cancelado. Ele, apreensivo, não poderia voltar para o Maranhão sem se especializar na área.  Marquei então um almoço entre padre Francisco e os professores Clóvis de Barros e Bernardo Issler, da Cásper Líbero. Ele saiu da refeição matriculado.

Com as conversas, me interessei pelo projeto, e fui convidado a conhecer o trabalho mais de perto. Marquei minha viagem para dezembro de 2004. Mas veio o estágio da Rede Globo, a Copa, o Pan, a RedeTV!… e a visita foi adiada pelo menos três vezes.

 Em julho deste ano veio novo convite.  Desempregado (depois de pedir demissão da RedeTV!), não havia razão para recusar. Além de conhecer as emissoras, vou ministrar um curso de capacitação para alguns voluntários que se dispuseram a trabalhar na TV.

Amanhã, 18h20, em Viracopos, a jornada começa pra valer.

Que Deus nos ajude, e São José do Ribamar interceda por nós! Amém!

PS: depois da viagem certamente vou ter tempo pra postar aqui algumas das muitas loucuras que permeiam a redação da Rua Bahia, em Alphaville. 

Correria!!

Faltando 28 horas pro embarque, ainda tenho tudo pra arrumar. As roupas estão separadas num canto da casa, os papéis do curso que vou preparar estão cada um num armário, preciso comprar algumas coisas – de meias a creme de barbear. Uma zorra total!

Hora de ir ao mercado e acelerar!

Por que só agora?

Bién,  amigos…

Vocês devem estar perguntando por que resolvi fazer um blog agora que essa febre já deu uma acalmada. É que to embarcando quarta-feira pro Maranhão e resolvi postar aqui as histórias que eu encontrar nessa aventura.

To indo pra Impreratriz (daí o título do blog por enquanto), e vou passar 45 dias por lá. A idéia é dar um curso de capacitação pra voluntários que vão trabalhar na afilidada da Rede Vida.

Mesmo sem saber necas do que me espera por aquelas bandas, to bastante animado! E espero usar esse espaço pra compartilhar as boas hisórias que com certeza vão surgir.

Página 23 de 23« Primeira...10...1920212223